quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Tour USA parte 1

Semana 1

Arrancar de Lisboa com toda esta bagagem de concertos dos (Amália) Hoje, seguidos do warm up/see you soon no Hard Rock Café em Lisboa, é pesado, mas não me/nos faz pagar excesso. Os voos para Tampa são neutros, desprovidos do efeito Venice, mas chega-se bem à humidade quente da Florida. O autocarro está atrasado duas horas mas é a regra aceite por todos entre cigarros e cafés do Starbucks e as quase 24 horas acordados, com a calma que nos caracteriza. Afinal a estrada dura há 14 anos exactos e provavelmente metade destes foram passados à espera de alguma coisa.

A noite e a manhã são passadas dentro do autocarro numa estação de serviço e começam as hostilidades gastronómicas do all day breakfast, no festim possível de panquecas, ovos, bacon, e sentar cá fora, no lancil da estrada interior, à sombra deste terrível Sol. Em cinco minutos já está um vagabundo das estradas a polir as jantes do autocarro por 5 doláres cada uma, duas mulheres de mau aspecto (white trash) num carro enorme simulando convites para algo mais que uma pergunta inocente, e um rapaz backpacker a oferecer-nos o seu trabalho na estrada como técnico. A América é assim, empreendedora, a todos os níveis, mesmo ao mais baixo.

A tarde do concerto passa-se na esplanada entre PBR’s (Pabst Blue Ribbon, a melhor cerveja dos estates) e um charuto dominicano (devido ao embargo, não há cubanos). À noite a luta começa, os fãs aparecem e o feitiço faz-se.

Tampa, Florida; Atlanta, Georgia (recebidos pela grande Jarboe/Swans) num clube nas traseiras de uma casa assombrada, tipo a da saudosa Feira Popular o já mítico Jaxx, Springfield, com uma excelente e entusiasta casa, a compor o ambiente Roadhouse (Patrick Swayze, rip), e a noite concluída com Jagerbombs (vodka e jagermeister); e a passagem penosa pela Allentown, no estado da Pensilvânia, com os fãs de Moonspell e nós próprios a ter que esperarmos pela actuação de doze bandas, divididas em duas salas, antes de entrarmos em palco. Com um PA em mono (sem crossfade, mesmo mono, isto é, “só dava dum lado”) e arrancar aplausos aos fãs que resistiram todinhos lá, estóicos ao barulho e ao calor, premiados nós ainda com um cabaz de Halloween (miniaturas de bebidas, whisky, vodka, rum, copinhos de shot, caraemlos, chupas, bolachinhas, tudo no tema dark) que bom proveito nos fez.

Tudo isto a preparar-nos para uma noite gloriosa no BB Kings de New York City, sala cheia, nome nos néon de Times Square, catering de primeira linha, tudo o que Nova Iorque pode oferecer a uma banda Portuguesa que ponha, a todos o mesmo tempo, o brilho no olhar do jovem emigrante que trouxe a camisola da selecção vestida e veio ouvir a Alma Mater, ao hispânico que atravessou a cidade para ouvir a banda que já viu no seu país Natal, México, Colômbia ou ao fã nova Iorquino que compra o bilhete VIP a 50 dólares, vê o concerto sentado com um cocktail, recebe um poster autografado e respectiva palheta personalizada e conhece a banda pessoalmente. Status.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

11 comentários:

Caroline Sky disse...

...And this is only the beginning of a long tour, just the first week.

It' been a long time with no post, thanks for sharing us your stories, and thoughts. "America emprendedora", everything for the american dream (specially now when the unemployment rates are so high in the states).

Sorry to write on english, my portuguese is not very good yet as my english or spanish.

Take care Fernando, I'll see you soon in Bogotá (Colombia).

PS: What it's doing an unreligious man with a holy bible in his hands??? Funny pic!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=xOF74dJJU98&feature=player_embedded

Não sei se já tinha visto mas deve ser um orgulho...

Ceci disse...

Primeiro que tudo obrigado pelas novidades!!! E pelos vistos está tudo a correr bem ;) Estados Unidos da América sempre em altas, para o melhor e para o pior ;)

O concerto do Hard Rock deu para matar as saudades da voz grossa do Fernando XD Mas parece que sabe sempre a pouco... se bem que acho que já tenho saudades outra vez dos Hoje XD

Anyways... bom resto de estadia pelas Américas e fico à espera do tal concerto da despedida do Night Eternal |m|>_<|m| (e se vier mais um concertozinho dos Hoje também não me importo hahahaha)

Kiss kiss,
Ceci

powerslave.martins disse...

A boa disposição e as peripécias continuam em grande ;)
Bons concertos e boas viagens.
By the Way: BELAS CAMISOLAS. Só há em Girlie ou há também em Corte Normal?

Abraços e divirtam-se!

Cheers

João Almeida disse...

E as groupies sempre presentes, tá visto!

endovelico disse...

Olha só a pose....
Belas fãs norte americanas! e vêm aos grupos e tudo!
Imagino que essa nação enorme seja, em muitas coisas, diferente da Europa.
Have fun!!!

Cheers 'n Beers from Bulgaria!

Paulo Emperor disse...

Bem como pedir não custa tras-me uma boina igual a essa dos ac\cd :)

No outro dia ao ver uma reportagem tua Fernando (e desde ja desculpa o estar assim a tratar por tu, mas como fã, achava estranho tratar por voce) e um amigo que estava comigo diz que nao entendia o porque de uma banda ja com um certo reconhecimento se submetia a dormir em autocarros, acomularem o cansaço das viagens longas, dos km etc etc.

A minha resposta começou por ser simples e grossa. É pelos fãs... mas depois de um pensamento de 30segundos resolvi argumentar, e cheguei a brilhante conclusão que não é só pelos fãs.

Os Moonspell, tu Fernando, fazem pelos fãs, pelo gosto que tem pela musica, porque fazem o que gostam, porque se torna uma rotina saudavel, porque acima de tudo é todas estas situações que vos faz lembrar quem foram (uma pequena banda que existia num quadrado chamado portugal), o que são agora, reconhecidos a nivel internacional, mas acima de tudo toda esta azafama, esta movimentação faz-vos sentir vivos.

Gostaria que outros tivessem a vossa coragem, a vossa (alguma) sorte, o vosso gosto pela musica.

Desculpa o egocentrismo que vou ter agora, por exemplo eu, de musica nao percebo nada, gosto de metal, sei destinguir o bom do mau, acho que me safo bem na escrita, apesar de nao ser nem escritor nem poeta, por isso criei o meu espaço na internet, onde divulgo as bandas, tento apoiar as bandas nacionais, mas que amanha vou homenagear de uma forma especial, a maior delas todas MOONSPELL.

Sei que se calhar nunca irás visitar pedrademetal.blogspot.com mas achei que te devia dizer isto, de informar, que apesar de longe em Portugal ha quem nao vos esqueça. Os vossos fãs. Amanha no meu Pedra, os vossos fãs podem ganhar o vosso dvd, um cd single e ainda um patch no primeiro concurso que vou fazer inteiramente dedicado a uma banda nacional no meu espaço.

Fernando não me conheces, ja tive o prazer de trocar umas palavras ctg no mitico Hard Club, qd tive direito a um pass que venci no Blitz qd era jornal, e mostraste ser alguem (e o Mick tb) super amigavél, a falar com os fãs sem pingo de vedeta.

Passei a admirar-vos nao so como musicos, mas tb como pessoas.

Se puderes transmite tb ao resto da banda esta homenagem que vai sair amanhã.

Bem e termino como comecei, como pedir não custa caso algum de voces esteja disposto a responder a umas perguntas por email, ficarei eternamente grato, ou ate se simplesmente deixarem um comentario no blog já era fantastico.

Bem, termino deixando um grande abraço a todos vocês, cá vos espero num concerto ha porta de casa

Paulo Eiras
Director Pedra de Metal

Laguna disse...

Tou a ver que estavam (Muito) bem acompanhados. :) Espero que esteja a correr tudo bem e que acima de tudo se divirtam nesta tour. Cá vos esperamos no regresso!

\m/

starfish disse...

Olá Fernando!

Antes de mais, é um prazer voltar a ler-te!

Vida de artista é sempre assim, numa correria. Confesso que não consigo deixar de sentir um enorme orgulho no peito ao ver o nome da "minha" banda no cartaz em NY.
O concerto no Hard Rock foi apenas um "até já"... foi lindo ver-vos doar aquelas coisas para a memorabilia.
Esse gorro dos AC/DC fica-te mesmo bem :) Já a Biblia... bom, tem a sua piada, lá isso tem! ;)
Tal como disseste na coluna da Loud, levas essa vida de "nómada" de "corropio" porque descansas... então olha, só te posso desejar um bom descanso!

Aguardo o vosso regresso, sempre.

Beijinhos

Moonshadow disse...

O Hard Rock soube a pouco de tão bom que foi...a América fica longe pra mim...=) Mas aguardo ansiosamente por um concerto em Lx para matar saudades...

Beijinho